Consumo de fruta e vegetais reduz o desejo de nicotina

Por Cláudio Gouveia - ter 08 jan, 3:31 pm

Um estudo realizado pela Universidade de Oxford e, divulgado pela Facilitas Healthcare, concluiu que os fumadores que consomem uma média diária de quatro ou mais peças de frutas e vegetais, apresentam três vezes menos desejo de nicotina do que os que consumiram apenas duas peças ou menos.

Consequentemente, quem consumiu um maior número de frutas e vegetais apresentou uma maior probabilidade de sucesso no processo de cessação tabágico ao fim de 14 meses de análise.

Os resultados deste estudo que envolveu 1000 fumadores com
idade igual ou superior a 25 anos, provaram igualmente que as pessoas que consomem mais fruta são, também, menos  dependentes  da  nicotina: a  probabilidade  de  fumarem  20  ou  mais  cigarros  por  dia  era  menor  e,  ao despertar, conseguiam aguentar mais tempo até surgir a vontade de pegar no cigarro.

«As campanhas de incentivo a um estilo de vida saudável têm vindo a ganhar cada vez mais força no nosso país. Logo, esta investigação vem reforçar e corroborar os grandes benefícios da alimentação regrada, tanto ao nível da saúde como no colmatar de uma das maiores preocupações de todos os que tentam deixar de fumar: o mito  de  que  deixar  de  fumar  engorda.  Afinal, quem  vai  engordar  a  consumir  frutas  e  legumes?  Esta é a oportunidade  ideal  para  todos  os  fumadores  adoptarem  hábitos  de  consumo  saudáveis  e,  ao  mesmo  tempo, abandonarem um vício que já constitui a primeira causa de morte nos países industrializados», explica Marta Andrade, terapeuta de Cessação Tabágica da Facilitas Healthcare.

A abordagem nutricional representa, sem dúvida, um excelente começo no processo de cessação tabágica. Mas, para  o  sucesso  ser  garantido,  os  especialistas  recomendam  que  todos  os  fumadores  sejam  acompanhados  por profissionais especializados durante todo o processo, que deve ser o menos invasivo possível.

Fonte: Diário Digital

Comentar