Cinco frutas exóticas que ajudam a saúde

Galeria de Fotos5 FotosPor Cláudio Gouveia - qui 11 jul, 7:00 pm

Conheça as novas aliadas da sua dieta

Ricas em antioxidantes, vitaminas e minerais, as frutas fazem bem para quase tudo. A maioria delas são suas velhas conhecidas, mas você já ouviu falar de lúcuma? E de camu-camu?

A nutricionista da clínica Super Healthy, Paola Moreira, listou cinco frutas exóticas que trazem uma série de benefícios à sua saúde e que merecem ser incluídas na sua dieta.

Amla: Original da Índia, este fruto contém elevada quantidade de antioxidantes e vitamina C (cerca de 30 vezes a mais do que a Laranja). Estão presentes também minerais, como cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B, além de betacaroteno. Estudos apontam que a amla protege o corpo contra infecções, fortalece o fígado e os pulmões, estimula o crescimento do cabelo, auxilia a pele e pode ser utilizada por hipertensos, diabéticos e pessoas que apresentam problemas respiratórios.

Camu-Camu: Fruto selvagem da Amazônia, o Camu Camu possui de 30 a 60 vezes mais vitamina C que a laranja, além de conter cálcio, fósforo, potássio, ferro, aminoácidos (elementos que formam a proteína) e bioflavonoides, substâncias que mantêm a saúde das funções respiratórias, visão e pele

Goji Berry: Rica em antioxidantes que favorecem a saúde cardiovascular, carotenoides e antocianinas. As vitaminas B1, B2, B6, C e E contribuem para a saúde da pele e dos cabelos e aumentam a concentração.

Lúcuma: Fruta de origem andina, a lúcuma é rica em fibras, vitaminas do complexo B, principalmente B1, B2 e B3, e betacaroteno. Tem um gosto muito particular e no Peru é largamente usada para a produção de sorvetes.

Mirtilo (blueberry): Contém alto teor de antioxidantes, vitaminas A, C, E, complexo B e minerais como o potássio, manganês, cobre, ferro e zinco. Esta fruta apresenta baixo índice glicêmico, ou seja, seu açúcar é distribuído lentamente pelo organismo, auxiliando na regulação do nível de glicose no sangue. Além disso, ela ajuda a manter a pressão arterial e os níveis de colesterol em valores saudáveis.

Fonte: itodas

Galeria de Fotos

Comentar