Frutas secas têm nutrientes e são opções saudáveis para ‘beliscar’

Por Cláudio Gouveia - ter 08 jan, 11:50 am

Elas são melhores que salgadinhos e bolachas, que têm gordura e sódio.

Quando dá vontade de “beliscar” algo entre as refeições, geralmente as pessoas optam por salgadinhos, bolachas ou outros alimentos gordurosos. Para tornar esse momento mais saudável, essas escolhas podem ser substituídas por frutas secas e liofilizadas, que têm fibras e vitaminas e não têm conservantes ou aditivos químicos, como explicaram o endocrinologista Alfredo Halpern e a nutricionista Ana Paula Dias no Bem Estar desta quarta-feira (19).

No entanto, é preciso cuidado já que essas frutas são menores e são muito mais fáceis de serem consumidas em excesso, o que aumenta o valor calórico na hora de comer, principalmente as que têm adição de açúcar. Segundo a nutricionista Ana Paula Dias, as frutas liofilizadas são as que mais conservam as propriedades e sabor durante seu processo, porém são mais caras.

Além de preservar mais os nutrientes, o processo de liofilização deixa também a fruta com a forma, textura e cor muito similares aos da fruta fresca. Existem também as frutas preparadas com xarope de açúcar, onde os pedaços são mergulhados no líquido e perdem água para depois serem secados em uma estufa. Nesse processo, as características da fruta se mantém, porém o prazo de validade é mais curto.

A validade, inclusive, varia muito de acordo com o fabricante – no geral, o produto dura 12 meses. Ao guardar as frutas secas em potes, é importante etiquetá-lo com a informação do prazo de validade. De qualquer maneira, a dica é sempre comprar  pequenas quantidades e, na hora de conservá-las, a recomendação é escolher um local com temperatura ambiente, limpo, seco e bem fechado. Se não forem bem armazenadas, as frutas secas “puxam” a umidade do ar e mudam seu sabor e textura.

Os especialistas mostraram também que esses alimentos não precisam ser consumidos apenas perto do Natal. As frutas secas já vêm prontas para serem ingeridas, mas podem ser colocadas de molho na água caso a pessoa prefira que elas fiquem mais úmidas. Elas podem ser ingeridas com castanhas, misturadas em cereais, leites, iogurtes e vitaminas e também colocadas em pães, bolos, tortas, sorvetes, pudins, gelatinas e até mesmo carnes.

Fonte: WSCOM

Comentar