Frutas que ajudam o organismo após os excessos das ceias

Por Cláudio Gouveia - ter 08 jan, 11:40 am

=Alimentos calóricos e gordurosos são parte das ceias de fim de ano. Mas há formas de aproveitar as delícias dessas refeições e diminuir o impacto negativo que elas têm sobre o organismo. As frutas contribuem com a digestão e diminuem a quantidade de gordura ingerida. Veja como:

Cereja: É fonte de um flavonóide chamado cianidina, também encontrado na amora e no morango. Os flavonóides têm ação antioxidante, ou seja ajudam a inativar os radicais livres, que contribuem com o desenvolvimento de doenças além de provocar o envelhecimento precoce do organismo. A cereja também é fonte de quercetina, que é um flavonóide presente nos alimentos. Um estudo publicado por Garrido.M, Paredes, S.D e colaboradores, na revista J Gerontol A Bio Sci Med Sci, em 2010, relatou um efeito positivo sobre o sono em indivíduos que consumiam a cereja. O estudo mostra que essa fruta ajuda a melhorar o descanso noturno, isso porque ela fornece substâncias como o triptofano, serotonina e melatonina, que participam da regulação do sono.

Laranja/suco de laranja: Uma pesquisa publicada em 2010 na revista American J Clinical Nutrition mostrou que o suco de laranja pode neutralizar o efeito pró-inflamatório de uma refeição rica em gordura e carboidratos. A ingestão de suco de laranja na refeição previne o stress oxidativo, que é o desequilíbrio entre o que protege as células (antioxidantes) e o que prejudica as células (radicais livres).  O antioxidante que a laranja fornece é a vitamina C, além de também fornecer um composto bioativo chamado quercetina, que também ajuda a reduzir o efeito na resposta inflamatória.  A laranja também tem ação digestiva, isso explica porque  é parte da feijoada.

Abacaxi e mamão: Essas frutas  podem compor as sobremesas, sucos, acompanhar sorvetes ou cremes. O abacaxi fornece uma enzima natural chamada bromelina, perfeita para ajudar a melhorar a digestibilidade do peru ou lombo, carnes em geral. Já o mamão (formosa ou papaia) fornece uma enzima natural chamada papaína, que também tem ação digestiva.  O mamão fornece o betacaroteno, que tem função antioxidante, ajudando a remover os radicais livres.

Frutas secas (damasco, figo, ameixa): Essas já são tradição das nas ceias de fim de ano e devem continuar. O estudo publicado na revista J Am Coll Nutr, em 2005, mostrou que as frutas secas, em particular o figo, também têm  importante ação antioxidante. Essa descoberta sugere que as frutas secas devem fazer parte da dieta sempre, por serem ricas em antioxidantes, nutrientes e fibras. As frutas secas também ajudam a controlar a vontade de comer doces.

O importante é lembrar que esses alimentos, e a presença deles na refeição ajudam muito a melhorar a qualidade de vida . Sugiro que você inclua não somente nessas ocasiões festivas, mas durante o ano todo.

Fonte: Veja

Comentar